História - PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAMBÉ -PE

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

História

A CIDADE
HISTÓRICO DO MUNCIPIO DE ITAMBÉ
Aspectos históricos
Desmembrado de:Goiana
Data de criação:20/05/1867 Lei Provincial nº720
Data Cívica (Aniversário da Cidade):04/02
O distrito de Itambé foi criado por carta Régia de 06 de janeiro de 1789 e por Lei provincial nº1.055, de 06 de junho de 1972.
Foi elevado a categoria de vila por Lei provincial nº720, de 20 de maio de 1867, - data de criação do Município - desmembrado de Goiana e Nazaré (hoje Nazaré da Mata); posteriormente, em 04 de fevereiro de 1879, pela Lei nº1.318, foi classificada como agosto de 1892, tornando-se Município autônomo.
Segundo o boletim do Ministério de Trabalho Industria e Comercio, nº17, de janeiro de 1936, a vila de Itambé foi instalada em 01 de fevereiro de 1938. A denominação de Itambé foi mudada para També pelo Decreto-Lei estadual nº235, de 09 de dezembro de 1938.
Posteriormente, voltou a antiga denominação de Itambé pela Lei nº7.006, de 02 de dezembro de 1975 (ver diário oficial de 03 de janeiro de 1976), que por ser original, deve ser perpetuada. O capitão-general André Vidal de Negreiros, um dos restauradores de Pernambuco do domínioholandês, instituiu uma capela sob a invocação de Nossa senhora do Desterro, no território compreendido no atual município, dando para seu patrimônio todo o terreno da então freguesia. Por provisão do primeiro bispo da diocese, Dom Estevam Brioso de Figueiredo, datada de janeiro de 1789, foi elevada a Igreja Paroquial Curada, desmembrando-se da freguesia, de Goiana, a que pertencia. O antigo povoado denominado desterro, formado então em torno da igreja, acha-se hoje quase desaparecido.
Pela Lei provincial nº1.055, de 05 de maio de 1872, já referida, a sede da freguesia foi transferida da povoação Desterro para Itambé, ficando como matriz a igreja de Santo Antônio.
Crescendo. pouco a pouco, o povoado de Itambé tornou-se em breve um grande centro da população.
O nome Itambé e vocabuloindigena, significando "Pedra Afiada","Pedra de Amolar", que foram usadas em isqueiros, donde, posteriormente, também, a deniminação de "Pedras de FOgo", nome, alias, porque e conhecida a localidade paraibana, que lhe fica ao norte, cujas ruas são contiguas as da cidade de Itambé.
Administrativamente, o município é formado pelos distritos: Itambé(Sede), caricé e Ibiranga. Anualmente, no dia 04 de fevereiro, Itambé comemora a emancipação política.
Limite municipais
Norte: Estado da Paraiba
Sul: Aliança e Condado
Leste: Goiana
Oeste: Camutanga e Ferreiros
Distritos: Itambé, Caricé, Ibiranga
Povoados: Cubinha
Aspectos culturais
Feiras livres: segunda feira
Padroeira: Nossa senhora do desterro (02/02)
Festas: Carnaval; Festas juninas; Nossa senhora do desterro
Sítios históricos
Local:
distrito de Caricé: capela Nossa senhora do Rosário
Zona Rural: Ruínas da capela de Nossa senhora do deterro
Zona Rural: Engenho são sebastião/ casa grande e capela
 
RUA JOSUÉ DE CASTRO, N 84 PABX: 81.3635-1156 / CEP: 55.920-000 / CNPJ:10.150.050/0001-09 ITAMBÉ-PERNAMBUCO
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal